Aplicativo cadastra profissionais de beleza e faz a ‘ponte’ com clientes

Aplicativo conecta clientes a profissionais de beleza e bem-estar para serviços delivery. Com a proposta de encurtar a distância entre clientes e prestadores de serviço, a plataforma Singu aposta em ampliação da rede e cadastra profissionais para atendimento no Rio de Janeiro. Os serviços disponíveis no aplicativo são manicure, pedicure, massagem relaxante e modeladora, depilação e drenagem linfática. 

Para fazer parte da rede de atendimento Singu, o profissional deve acessar o site www.singu.com.br e preencher informações como endereço, profissão, tempo de atuação, cursos, local em que deseja atual e tempo disponível para atendimento. Após aprovação do cadastro, o profissional será recebido pela equipe da Singu para um teste presencial e, caso seja aprovado, no mesmo dia ele estará apto para atender pelo aplicativo.

“Temos uma profissional que atendendo somente à noite e nos finais de semana consegue faturar cerca de R$ 1.300,00”, explica Tallis Gomes, fundador da plataforma.
O aplicativo está disponível para iOS e Android. Para solicitar um serviço, o cliente só precisa baixar o aplicativo, escolher o serviço, decidir o local e horário que deseja ser atendido e em 4 horas um profissional irá até o local realizar o atendimento. O pagamento é feito diretamente no aplicativo com cartão de crédito e os preços são tabelados.

Pipa Social fará oficina de férias

Quem sempre teve aptidão para trabalhos manuais, mas não tem tempo para aprender, nem quem ensinar terá oportunidade de pôr as mãos na massa na oficina de férias da Pipa Social. Em julho, serão criadas turmas para iniciantes de crochê, bordado e macramê. Cada oficina terá 4 aulas com duração de 3 horas/aula com opções turmas de manhã ou de tarde. E as vagas são limitadas.
A Pipa Social é um polo de criação coletiva, de produção e de informação voltado para pessoas talentosas que moram em comunidades de baixa renda, com foco na busca por posicionamento profissional e consequente inclusão social.

PROGRAMAÇÃO

Bordado: Dias: 03, 10, 17 e 24 de julho
(Todas as segundas-feiras de julho. Manhã: 10h à 13h ou Tarde: 14h às 17h).
Crochê: Dias: 06, 13, 20 e 27 de julho
(Todas as quintas-feiras de julho. Manhã: 10h à 13h ou Tarde: 14h às 17h).
Macramê: Dias: 04, 11, 18 e 25 de julho
(Todas as terças-feiras de julho. Manhã: 10h à 13h ou Tarde: 14h às 17h).
Carga horária: 12 horas.
Investimento para cada oficina: R$: 180,00 (4 aulas) + matrícula (com material incluso) por R$: 35,00.
Inscrições são feitas por email (adm@pipasocial.org.br) e quem quiser mais informações pode ligar para (21) 2527-7720.

Spa das Sobrancelhas planeja expansão

Criado em 2007 pelo casal Marko Porto e Jane Muniz, o Spa das Sobrancelhas, rede pertencente ao Grupo Beauty, já abriu mais de 400 franquias pelos 26 estados brasileiros, com cerca de 200 mil atendimentos por mês. Com o conceito de embelezamento do olhar e harmonia da face, o centro é, hoje, um dos principais do mundo especializados em sobrancelhas e referência devido à excelência no atendimento e nos serviços.

No ano passado, embora o país enfrentasse uma forte retração da economia, o Spa das Sobrancelhas, que entrou em 2011 para a rede de franchising, teve um grande crescimento: saltou de um faturamento de R$ 82 milhões, em 2015, para R$ 93 milhões, em 2016. Por conta do aquecimento desse mercado, os empresários acreditam que o momento é de oportunidade e já vislumbram um novo plano de expansão.

O Spa das Sobrancelhas conta com dois modelos de negócios: Unidade Essencial e Quiosque. Esse primeiro formato é uma loja, o investimento é a partir de R$ 99.990 e pode variar de acordo com o tamanho do espaço comprado. Nos quiosques, que têm foco nas vendas dos produtos e na possibilidade de experimentação dos mesmos, possuem valor de investimento a partir de R$ 110.000.

“Hoje, o Spa das Sobrancelhas é um negócio rentável em qualquer formato e local de implantação. Oferecemos alguns modelos de negócios para os franqueados. Os quiosques, por exemplo, são opção de baixo investimento e alta lucratividade. Desde o primeiro mês, o franqueado já opera com lucro, muito acima do seu ponto de equilíbrio”, afirma Marko Porto, co-fundador da marca e diretor executivo da rede.

 

Salão Degradée abre vagas para lojas da Tijuca e NorteShopping

O Salão Degradée aposta na retomada da economia e anuncia contratações para as unidades no NorteShopping e na Tijuca. São oferecidas oportunidades para coloristas, cabeleireiros, manicures, designer de unhas e pessoal de apoio. O número de vagas não foi informado pela empresa.

“Quando há restrições econômicas a autoestima das pessoas fica abalada e a busca por serviços e produtos de beleza aumenta. Veio a crise e o mercado de beleza confirmou sua robustez”, afirma Luiz Felipe, proprietário da marca Degradée, que espera crescer 10% este ano.

Os currículos podem ser entregues na unidade Tijuca, que fica na Rua Barão de Mesquita, 320, ou podem ser enviados para trabalheconosco@degradee.com.br. Há também a possibilidade de se inscrever pelo site www.degradee.com.br.

Natura vai abrir mais duas lojas no Rio e anuncia contratação

A Natura aposta no Rio de Janeiro para recuperar mercado e anuncia a abertura de mais duas unidades na cidade. A empresa de cosméticos, referência em vendas diretas, lançou duas unidades em shoppings cariocas, uma no  Barrashopping e outra no Bossa Nova Mall, agora ela se prepara para até o final de julho abrir as unidades nos shoppings Gávea e Rio Design Barra, ambos na Zona Oeste.
Os interessados em trabalhar nas lojas-conceito podem encaminhar o currículo para trabalhenaloja@natura.net.  As oportunidades também são divulgadas no site www.vagas.com e as posições do Rio em www.armazemdasideias.com.br para inclusão de PCDs. O número de vagas disponíveis não foi informado pela empresa.
O objetivo da Natura é abocanhar uma fatia de mercado que era sua e que, nos últimos anos, foi reduzindo para sua principal concorrente, O Boticário, que tem 10,9% da participação do mercado, ante 11,1% da Natura. E os esforços da empresa mostram resultados: no primeiro trimestre a empresa registrou lucro líquido de R$ 189 milhões, ante prejuízo de R$ 69,1 milhões em igual período do ano passado.
O “look” da loja é diferenciado e convida o cliente a experimentar o produto. São maquiagens, provadores de perfumes, bancada central com espelho, tudo para que o potencial experimente os produtos. O conceito é diferente do principal modelo de vendas da Natura, feito por mais de 1,8 milhão de consultores no País, que é a venda por catálogo.
A empresa, no entanto, afirma que a intenção é que os canais sejam complementares. Segundo a empresa, a compra da fabricante de cosméticos australiana Aesop ajudou a fortalecer a percepção da importância do contato do cliente com os produtos em espaços físicos.
“Queremos que as pessoas tenham contato com os produtos e os conceitos da marca nas lojas da Natura. A aquisição da Aesop, concluída no ano passado, contribuiu muito para esse processo, pois trouxe conhecimento da importância de um espaço de experimentação dentro das lojas físicas”, afirma a empresa.
O atendimento nas lojas é feito por consultoras que recebem treinamento para ajudar os clientes a conhecer os produtos da marca. A Natura ainda afirma que “o perfil dos vendedores é bastante diverso e representativo da população brasileira, com ampla diversidade de gênero, raça e idade”.
SÃO PAULO
Em 2016, foram inauguradas cinco lojas em São Paulo: Shopping Morumbi, Villa Lobos, Shopping Paulista, Shopping Anália Franco e Eldorado. Em abril, foram inauguradas as lojas do Shopping Jardim Sul, Cidade São Paulo, Pátio Higienópolis e Ibirapuera, além da primeira loja na Grande São Paulo, no Park São Caetano, em São Caetano do Sul.