Black Friday: veja como não comprar ‘tudo pela metade do dobro’

A poucos dias da Black Friday – onde lojas físicas e online oferecem ofertas imperdíveis – todo cuidado é pouco para não desembolsar dinheiro para comprar produtos, como alertam os memes, “pela metade do dobro”. Especialistas ouvidos pelo jornal O DIA, na reportagem de Marina Cardoso, alertam os consumidores para não caírem no conto do desconto maquiado.

Um dos principais pontos é prestar atenção aos preços antes do evento promocional, alerta Paulo Simões, do escritório Basile Advogados. “Em anos anteriores, dias antes da Black Friday, lojas aumentaram o valor dos produtos, o que fez parecer com que o desconto fosse generoso na data, quando, na verdade, correspondiam ao valor real do item. A prática é ilegal e pode gerar reclamações nos Procons e até ações judiciais se o consumidor for lesado”, afirma.

Uma dica importante é estar ligado nos preços, principalmente nas ofertas anteriores. O ideal é sempre guardar os anúncios de jornais, revistas, encartes e até mesmo tirar fotos das páginas eletrônicas onde as promoções aparecem.

“De posse das ofertas anteriores é possível exigir que as empresas cumpram e vendam o produto, conforme o Código de Proteção e Defesa do Consumidor em seu Artigo 35, exigindo cumprimento forçado da obrigação, aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente e rescindir o contrato, com direito à restituição de quantia eventualmente antecipada, monetariamente atualizada, e a perdas e danos”, explica o advogado.

O consumidor também pode se deparar com problemas na compra. “Muitas vezes, finaliza a aquisição e dias depois é informado que não possui mais a mercadoria no estoque. Nesses casos, o cliente pode exigir o cumprimento da publicidade veiculada, com a entrega do produto adquirido, ou optar pela devolução integral do valor pago, além de eventual indenização por perdas e danos”, orienta Alan Melo, da Vieira Cruz Advogados.

Dicas para fazer uma compra segura

Para evitar que o consumidor tenha dores de cabeça com o produto ou serviço adquirido na Black Friday, há sites que fazem comparações de preços, o que ajuda a não cair em armadilhas de preços camuflados, como o portal www.blackfriday.com.br. Além disso, a empresa de soluções digitais Proxy Media criou o “Black Friday de Verdade” com a proposta de oferecer descontos reais.

“As marcas assinaram um compromisso para seguir os termos do órgão de defesa do consumidor e oferecer compra vantajosa e segura”, explica Francisco Cantão, sócio da Proxy Media.

Ao receber e-mail com promoção, verifique o endereço eletrônico para se certificar se a empresa é conhecida. Se houver erros gramaticais na mensagem ou links duvidosos é sinal para ficar alerta. Caso tenha dúvida, entre no site separadamente – sem ser pelo link enviado.

“Muitas fraudes ocorrem na hora do pagamento. Lojas que apenas aceitam transferência bancária ou boleto tornam-se suspeitas, pois essas modalidades não oferecem uma possibilidade de estorno posterior. Ao usar o cartão de crédito, as administradoras possuem maior poder de ação”, afirma Paulo Simões.

Confira as ofertas

– Shopping Bay Market

Na Calçapé, sandália de R$89,90 sairá por R$49,90 e tamanco de R$79,90 por R$49,90. Na Mahallo, vestido de crepe R$69,90 por R$39,90 e vestido longo de R$69,90 por R$49,90.

– Peixe Urbano

Ipad Air com 32GB ou 128GB sairá a partir de R$ 2.499,90 e estadia no resort Thermas de Olímpia em São Paulo com até 7 noites para dois adultos e cortesia para até três crianças de até 12 anos sairá a partir de R$ 129.

– Shopping Jardim Guadalupe

Mochila de R$159,90 custará R$119,90 na Bagaggio.

– West Shopping

Jaqueta feminina de R$ 259,99 por R$ 119,99 na Hering e perfumes Very Irrésistible Rose Givenchy (75ml) e Le Male Popeye Jean Paul Gautier (125ml) de R$ 449 por R$ 219 cada um.

– Américas Shopping

Na Santa Lolla, sandália alta ‘Nó Ouro’ de R$ 249,90 por R$ 99,90 na Santa Lolla e armação de óculos Mormaii de R$ 400 por R$ 180 na Ótica Golden do Bairro.

– Via Varejo

Nas lojas da Casas Bahia, com o cartão próprio o pagamento pode ser em até 14x sem juros em produtos selecionados e no carnê em até 24x, nessa condição os clientes só começam a pagar em 2018. Para o Ponto Frio, no site e nas lojas físicas o cliente que possuí o cartão da bandeira pode parcelar as compras em até 18x sem juros também para produtos selecionados.

 

Publicado por

colunacontagotas

Espaço destinado a dar enfoque a ações de pequenas, médias e grandes empresas, empreendedorismo, pequenos negócios, varejo, produtos e serviços. Além de dicas de lazer e cultura. E agora oportunidades de emprego!!! Boas ações sempre merecem destaque!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *