Empresas brasileiras se destacam em evento de tecnologia em Nova York

Empresas brasileiras se destacam em evento de tecnologia em Nova York

Por Viviane Faver
De Nova York

Investimento em tecnologia voltada ao varejo ganha impulso no Brasil e é tema de evento em Nova York, nos Estados Unidos. A americana Zendesk – que desenvolve softwares para atendimento ao consumidor -, ‘ganhou’ 7 mil clientes no Brasil, entre eles empresas como Buscapé, Shopify, Hotel Urbano, Fossil, Airbnb, Uber, Méliuz, Udacity, Resultados Digitais entre outras. E a aposta de crescimento no Brasil é tanta que a Zendesk fez no último dia 17 um evento em Manhattan para debater os rumos do setor de tecnologia voltada à experiência de consumidores com vários segmentos de empresas, inclusive do varejo.
Para o vice-presidente de Marketing da empresa, Jeff Titterton, o Brasil passa por um período de transformação digital e que as empresas estão entendendo a importância de posicionar o cliente no centro do negócio. “A Zendesk vê nisso a oportunidade de auxiliar as organizações nesse processo de automatização e integração do atendimento ao cliente”, disse durante entrevista exclusiva após o Future of Customer Experience, realizado no Center 415. “Estamos em mais de 160 países e o Brasil está entre as nossas dez principais operações no mundo”, declarou o diretor de Marketing para a a América Latina, Marcio Arnecke.
Segundo Tatiana Piloto, da Zendesk Brasil, entre 2014 e 2016, a operação local cresceu cerca de 40%. “Além disso, aumentamos em sete vezes nosso número de clientes nos últimos cinco anos. Entre 2016 e 2017, tivemos também um crescimento de 40% da operação brasileira. Foi o recorde da empresa em qualquer país do mundo naquele período”, comemora. Ela complementa dizendo que em 2017 aumentou em 200% o número de funcionários no Brasil para atender às demandas do mercado e potencializar o processo de expansão no País.

CLIENTES

A Méliuz, startup brasileira que oferece cupons de descontos de lojas online, conta que primeiro avaliou a relação custo-benefício antes de contratar a Zendesk. Segundo Serena Fernandes, coordenadora de atendimento ao cliente, o investimento inicial na época custou US$ 49 por licença. “Tínhamos três atendentes, então aproximadamente totalizou US$147”, contabiliza.
Ela conta que a empresa hoje consegue dar uma resposta às demandas em no máximo 5 minutos. “Os formulários da Zendesk garantem mais agilidade e com isso há aumento na produtividade”, explica. “O nosso tempo de primeira resposta diminuiu 78% e o tempo de solução, 86%. Além disso, 48% dos nossos tíquetes são resolvidos em apenas um contato”, diz Serena.
Outra cliente da Zendesk, Udacity – empresa com dois anos de atuação no Brasil, plataforma online que oferece cursos chamados de nanodegree nas áreas de ciência de dados, inteligência artificial, negócios e programação, utiliza os softwares da Zendesk como ferramenta de suporte aos estudantes e para responder às demandas enviadas pela central de atendimento.
Renata Zacarias, da Udacity Brasil, conta que resolveu executar o piloto de vendas durante a Black Friday no início de novembro de 2017 e que tinha cerca de 20 dias para realizar toda a implementação do sistema, desde a contratação e treinamento dos representantes de vendas até a decisão de todos os fluxos operacionais e ferramentas.
“Nosso investimento em média para a campanha da Black Friday foi de R$ 200 mil. Esperávamos atrair mil novos alunos durante a campanha e conseguimos 2 mil. Nossa equipe do projeto-piloto de vendas gerou cerca de 20% das vendas da Black Friday e a implementação do chat online e ligações foi fundamental para esse sucesso”, relata.
Ela acrescenta que desde a implementação das ferramentas de chat e talk, conseguiu atrair mais de 2 mil alunos através desses canais. Já a equipe de vendas, que utiliza os produtos da Zendesk, contribui por cerca de 30% da aquisição de novos alunos.
Já a empresa tecnologia Resultados Digitais, que desenvolve o software RD Station Marketing para gestão de pequenas e médias empresas, contratou a Zendesk em 2014. “Decidimos pela Zendesk por ser referência entre os operadores de mercado, com isso eles geram um ecossistema de troca e benchmark que valorizamos muito na RD”, segundo Rafaela Blacutt, líder de suporte da empresa.
“Desde que implementamos as soluções da Zendesk a equipe de suporte triplicou de tamanho, além de termos reduzido em mais um dia o tempo de resolução de chamados e aumentamos quase 10% nossa taxa de satisfação”, conta Rafaela.

Produtos infantis com descontos de até 70%

Produtos infantis com descontos de até 70%

Os consumidores que têm crianças em casa terão até o dia 31 de maio para comprar mais de 50 itens da linha infantil com descontos que podem chegar a 70% na Semana Guanababy. De acordo com a rede de Supermercados Guanabara, o estoque já foi reforçado com 100 milhões de pacotes de fraldas descartáveis, 20 milhões de unidades de lenços umedecidos, cinco milhões de vidros de sabonete líquido, cinco milhões de shampoos, entre outros itens, informou a rede.

Entre os produtos em oferta estão: fraldas descartáveis, shampoos, condicionadores, sabonetes líquidos e em barra, lenços umedecidos, cremes anti-assaduras e até linha de alimentação infantil. As ofertas serão alteradas com frequência para que os clientes possam adquirir maior quantidade de produtos diferentes. O evento acontece simultaneamente em todas as 25 unidades da rede.

E para atrair os consumidores, o Guanabara sorteará, por semana, um automóvel Argo Drive 1.0 Flex/modelo 2018, com IPVA pago, além de dois vales-compras por dia. A cada R$ 50 em compras o cliente receberá um cupom para concorrer a prêmios. Já quem comprar com cartão GuanabaraCard ganhará o dobro de cupons.

Fonte: Martha Imenes/O DIA

Limppano lança campanha contra mofo e vai sortear R$ 10 mil

Limppano lança campanha contra mofo e vai sortear R$ 10 mil

A cada mudança de estação do ano, os alérgicos ficam “desesperados”, são espirros, coceiras e umidade (em alta ou baixa) que dão uma forcinha para os indesejáveis ácaros e até mofo. Para ajudar na tarefa de eliminação desses provocadores de alergias respiratórias, a Limppano lançou seu projeto anual contra o mofo, alertando aos consumidores principalmente pelas redes sociais sobre os males que os fungos podem causar, sobretudo à saúde.
Para a nova campanha, lançada esta semana, um hotsite bastante educativo foi criado e aponta mitos e verdades sobre o mofo: https://www.vivasemmofo.com.br/. Há dicas ainda de como combater a proliferação dos fungos, que se instalam dentro de casa, nos armários, e até nos equipamentos elétricos, além de também contribuir para os processos alérgicos.
Nas redes, os posts falam sobre a visita deste “intruso” e mostra como o mofo prejudica o nosso dia a dia. A campanha conta ainda com divulgação nos pontos de vendas de supermercado de todo o país, utilizando uma espécie de régua com os produtos (wobbler) nas prateleiras das gôndolas.

PREMIAÇÃO

A Limppano vai sortear R$ 10 mil para o ganhador renovar o guarda-roupa. Para participar, o consumidor deve cadastrar o cupom fiscal da compra do produto Evita Mofo de sua preferência, da Linha Inspira Air. Para cada produto cadastrado, ele receberá um número da sorte. A promoção vai até dia 28 de agosto.

Programa ajuda  jovens a entrar no  mercado de trabalho

Programa ajuda jovens a entrar no mercado de trabalho

Para ajudar crianças e jovens que vivem em situação de risco ​na comunidade do Tabajara, na zona sul do Rio de Janeiro, a cineasta Nubia Santana, de 40 anos, criou o Projeto Nota 10, com atividades como grafite, música e teatro. “O objetivo ​é ​oferecer uma nova perspectiva na vida dessa garotada”, explica Nubia.

“Com isso, os jovens do projeto têm a chance de se ver inseridos no mercado de trabalho​”, acrescenta.

As ações do projeto​, que também são realizadas no Distrito Federal e no sertão de Pernambuco, estão ligadas ao enfrentamento da violência e do universo das drogas.

A cineasta diz que o projeto entrou na sua vida, no ano de 2009, em um momento crucial. “Quando filmei o documentário Pra Ficar de Boa, percebi a urgência de ajudar esses jovens. Nesse sentido, esse trabalho me trouxe autoconhecimento, disciplina e, acima de tudo, responsabilidade, como também transformação na forma de pensar, de me relacionar e de viver”.

O Nota 10, que foi selecionado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) como modelo no desempenho de prevenção e combate à violência no Brasil, conta hoje com um conjunto de 80 ações culturais, como a exibição de filmes documentários, palestras, apresentação de espetáculos teatrais e musicais formados por egressos de medidas socioeducativas.

“Atendemos mais de 32 mil pessoas, incluindo internos das unidades socioeducativas e alunos do ensino médio de escolas públicas”, explica Nubia.

Aos jovens são oferecidos também aulas de rap e funk, além de percussão.

Piraquê e CIEE fazem parceria para formar jovens carentes

Piraquê e CIEE fazem parceria para formar jovens carentes

Fábrica Piraquê

A Piraquê – gigante na fabricação de biscoitos, massas e refrescos – fechou parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) para criarem, juntas, um curso especial com 20 vagas para formação de Auxiliar de Produção para jovens. Após o curso há possibilidade de contratação.

Os requisitos para participar do curso são: Ensino Médio completo ou cursando e idade de 18 a 21 anos. Os candidatos poderão enviar seus currículos para o e-mail: jovemaprendizindustria@gmail.com até o dia 22 de junho. Os benefícios são uma bolsa estudantil no valor de R$ 569, vale-transporte, seguro de vida e alimentação no local.

CURSO

O curso de Auxiliar de Produção contará com uma parte teórica de 4h, uma vez por semana, e aulas práticas quatro dias na semana, também com duração de 4h.

A princípio, a Piraquê oferecerá 20 vagas – que serão distribuídas em dois turnos: das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. Os jovens aprenderão diversas disciplinas, entre elas Informática, Identidades, Ideologia e Ética, Trabalho e Cidadania, Segurança no Trabalho, Uso Racional da Água, Língua Portuguesa, Matemática, Direitos do Trabalhador, Formas Alternativas de Geração de Trabalho e Renda com Enfoque na Juventude, Tecnologia da Comunicação e Informação, Mídia, História da Industrialização, a Industrialização do Brasil, entre outras.

Segundo o gerente de Recursos Humanos da empresa, Alessandro Franca, a contratação dependerá do desempenho de cada aprendiz, mas se estes 20 jovens tiverem desempenhos positivos poderão ser sim aproveitados pela Piraquê. A empresa tem duas fábricas no Estado do Rio de Janeiro: uma em Madureira, Zona Norte, e outra no Município de Queimados, na Baixada Fluminense.  

“A iniciativa foi criada com o objetivo de dar oportunidades às pessoas que estão buscando conhecimento e experiência profissional. Com essa especialização de Auxiliar de Produção, apostamos que os jovens poderão conquistar diversas oportunidades no mercado de trabalho, pois acreditamos que o primeiro emprego é a base para consolidação de qualquer carreira”, avalia Alexandre Colombo, diretor de marketing da Piraquê.

Serviço:
CURSO DE AUXILIAR DE PRODUÇÃO 
– parceria Piraquê e CIEE

Data limite para envio de currículo – até 22 de junho

E-mailjovemaprendizindustria@gmail.com