Por Martha Imenes

Quatro anos após ter chegado ao Brasil, a Uber anunciou uma série de mudanças nesta terça-feira em São Paulo. Entre elas segurança para usuários e parceiros, ampliação de serviços, como o Uber Lite e o Uber Cash. A companhia anunciou ainda a inclusão de outros modais de transporte no app, como bicicletas elétricas e patinete, em uso no mercado dos Estados Unidos. A data para entrada no Brasil não foi divulgada.
“O usuário poderá escolher o tipo de transporte que vai querer utilizar”, disse Manik Gupta, vice-presidente e diretor de produto da Uber.
Já a nova plataforma em versão lite vai facilitar a vida de usuários do aplicativo que têm celulares com pouca memória ou usam planos pré-pagos, segundo Adriana Gomes, diretora de Marketing para o Brasil.
O que antes era um problema para quem queria utilizar o serviço e não tem cartão de crédito, agora a solução está na palma da mão: o Uber Cash, um sistema de cartão pré-pago que o usuário poderá inserir e programar os créditos conforme sua necessidade e sem precisar ter conta em banco, anunciou Rob Daniel, diretor de produtos financeiros da Uber.
E os projetos da companhia não param nas vias públicas. O céu, pelo visto, é o limite! Em parceria com a Embraer, a Uber planeja lançar o Uber Air, um serviço de transporte pelo ar. Sobre essa ambição Tiana Jankovic, diretora de parcerias da Uber foi enfática: “Há quatro anos quem imaginaria estar andando de carro com uma pessoa que acabou de conhecer?”
E as novidades não param por ai, conforme anunciou Ethan Stock, diretor de produtos compartilhados. Para incentivar o compartimento de viagens, o que auxilia na mobilidade das grandes cidades, ao diminuir o tráfego de automóveis, e o meio ambiente, com menos emissão de poluentes, o Uber Pool dará um descontão aos usuários. “O custo de uma viagem nessa modalidade representa um custo 35% menor que nas corridas normais”, diz Stock.
Outro ponto anunciado pelos executivos foi a parceria com a Zenfinance para que motoristas do aplicativo possam adaptar seus veículos para o uso de GNV e desconto de 5% para abastecer nos postos Ipiranga de todo país. “A transformação do veículo para gás natural por enquanto só é possível no Sul”, informa Federico Chester, diretor de parcerias para a América Latina. Segundo ele, à medida que forem ampliando as parcerias, os serviços serão estendidos.

NÚMEROS NO BRASIL
A Uber chegou ao Brasil em 2014. Quatro anos e quase 2 bilhões de viagens depois, ela se tornou parte da vida das pessoas, sendo o principal app de mobilidade em todas as mais de 100 cidades brasileiras em que está disponível. Hoje, o Brasil é o segundo mercado da Uber em todo o mundo, contando com mais de 22 milhões de usuários ativos e mais de 500 mil motoristas parceiros, gerando renda ao toque de um botão.